Início Paulínia Mesmo com o caos pela cidade, vereadores aprovam aumento de 52,8% para...

Mesmo com o caos pela cidade, vereadores aprovam aumento de 52,8% para Pavan


O aumento no salário do Prefeito representa um impacto nos cofres públicos de R$ 64.320,00 anualmente

Em sessão realizada nesta quinta-feira, 14 (realizada nessa data, por causa do feriado de Carnaval), os vereadores aprovaram em primeira discussão o projeto de Lei  2/13, que altera o artigo 1º da Lei  3293/12, e reajusta o subsídio do prefeito José Pavan Júnior (PSB), de R$10.140,00 para  R$ 15.550,00.

O projeto de Lei, de autoria do presidente da Câmara, Marcos Roberto Bolonhezi, o Marquinho Fiorella (PP), a alteração no subsídio fica restrita ao prefeito, ficando os outros cargos com os mesmos valores estipulados anteriormente, dessa forma, o salário de Pavan terá um adicional de R$ 5.360,00 mensais, o que representa um impacto nos cofres públicos de R$ 64.320,00 anualmente.
De acordo com a justificativa anexada ao documento, o autor explica que “pesquisa realizada nos municípios que compõe a Região Metropolitana de Campinas demonstra que os subsídios dos Prefeitos estão na margem de R$ 9.000,00 (mínimo apurado na cidade de Arthur Nogueira) e R$ 21.482,00 (máximo apurado na cidade de Valinhos)”.
Em outro trecho de sua justificativa, o presidente da Câmara afirma que “A majoração do subsídio do Prefeito Municipal dará flexibilidade às jornadas variáveis, como a do Médico Plantonista, aumentando o poder de assistência aos Munícipes de nossa cidade”.
O projeto ainda passará pela segunda votação na próxima sessão da Câmara, que deverá acontecer na próxima terça-feira, 26 de fevereiro.