Início Destaques Moradores da Bressani sofrem com falta de iluminação

Moradores da Bressani sofrem com falta de iluminação

Sem a devida manutenção, a praça do bairro virou ponto de encontro para usuários de drogas

Os moradores da Vila Bressani estão assustados com a frequente movimentação de pessoas estranhas na praça do bairro durante as madrugadas. De acordo com eles, que preferem não ter a identidade revelada para evitar retaliações de marginais, a falta de iluminação pública no local facilita para que muitas pessoas permaneçam no local para consumir drogas.

Os moradores informaram que os postes de iluminação da praça abrigam quatro lâmpadas cada, mas em todos, apenas uma está funcionado. “E dois deles está totalmente apagado”, ressalta um comerciante daquela região. Segundo ele, em pouco tempo que está instalado no local, seu comercio já sofreu arrombamentos duas vezes. “A iluminação ali praticamente não existe, então eu deixo acesa uma lâmpada. No final de semana passado, o sujeito desrosqueou a lâmpada para que ela ficasse apagada e entrou no meu estabelecimento sem que ninguém o visse. Ele não chegou a levar nada porque deve ter se assustado com alguma coisa e fugiu, mas no outro dia eu fiquei em alerta, e lá estava ele de novo. Na verdade, eu observava de longe e só pude ver que havia alguém tentando entrar no meu comércio porque ele usou o celular dele para iluminar a fechadura. Chamei a Guarda Municipal, mas ele fugiu antes que fosse capturado”, contou.

Das quatro lâmpadas, apenas uma funciona corretamente

O morador de uma residência que fica em frente a praça disse que o problema se arrasta por anos. “Essa situação já está assim há muito tempo. É gente consumindo droga, é gente bebendo, é gritaria e bagunça, é carro que chega com som alto e sai cantando pneu. É muita perturbação e isso acontece durante a madrugada. Cada dia que passa, piora a situação”, ressaltou ele.

Para os moradores, a solução para parte desses problemas é a manutenção da iluminação. O comerciante informou que eles já entraram em contato com a Prefeitura para fazer essa solicitação, porém, não houve resposta. “O atendente disse que o caminhão que faz esse tipo de manutenção é pesado demais, o que danificaria as calçadas da praça. É um absurdo, mas eles não responderam mais nada, simplesmente isso”, ressalta.

Moradores afirmam que o problema se arrasta há vários anos; Prefeitura garante que os reparos começam na segunda-feira

 Procurada pela equipe de reportagem do Jornal Tribuna, a Secretaria de Obras da Prefeitura de Paulínia informou através da Assessoria de Imprensa que o problema já era de conhecimento do órgão, porém, só não foi possível fazer a troca de lâmpadas porque aqueles postes são os chamados “superpostes”, que possuem uma altura diferenciada dos demais. Para a manutenção, são necessários caminhões com um guincho e escadas especiais, que atinjam aquela altura, o que o órgão municipal não possui. Para resolver o problema, a Prefeitura já havia realizado uma licitação para a contratação de uma empresa que atenda essas necessidades e, segundo a Secretaria de Obras, os reparos na iluminação pública daquela região já começam na segunda-feira, dia 7.