Início Destaques Paulínia doa terreno para construir Agência do INSS

Paulínia doa terreno para construir Agência do INSS

Breno Geribello da Cruz, gerente Executivo INSS Campinas, José Pavan Júnior, prefeito de Paulínia e Odair Cremasco, chefe Sessão Logistica

O Prefeito de Paulínia, José Pavan Júnior (DEM) e o gerente-executivo do INSS em Campinas, Breno Geribello da Cruz, assinaram nesta quarta-feira, 5 na Prefeitura Municipal, a escritura de doação do terreno para a construção de uma agência da Previdência Social no município. A área doada tem 1.206m2 e fica na Rua Argemiro Piva, nº 50, esquina com Rua São Bento, na Vila José Paulino Nogueira.
Durante a assinatura do contrato, o prefeito José Pavan Júnior ressaltou que a Agencia será um benefício a população paulinense. “Pelo porte e pela importância que Paulínia representa hoje, a Agência vai beneficiar milhares de pessoas, pois para mim está conquista, representa uma vitória”, garantiu Pavan.
A futura unidade terá 300 m² e a Previdência Social será a responsável pela construção.  A partir da doação do terreno será feito o projeto e, na sequência, será publicado o edital para contratar a empresa que fará a obra. O prazo de entrega é estimado em 180 dias a partir da assinatura do contrato com a construtora.
Paulínia tem 85 mil habitantes e fica a 118 Km da capital paulista. A cidade conta com um PREVCidade, que é uma pequena unidade onde são dadas orientações sobre benefícios e oferecidos alguns tipos de serviços disponíveis na internet, no site da Previdência Social, como requerimento de pensão por morte, agendamento para fazer perícia médica, entre outros. Para demais atendimentos do INSS, o interessado precisa se dirigir às agências de cidades vizinhas, como Campinas, Cosmópolis e Limeira.
O PREVCidade veio para Paulínia durante a primeira gestão do prefeito José Pavan, de 1989 a 1992, e será desativada com o funcionamento da nova agência.
PLANO DE EXPANSÃO DA REDE
A obra de Paulínia faz parte do Plano de Expansão (PEX) da Rede de Atendimento, que prevê a construção, em todo o País, de 720 novas agências. O objetivo é contemplar todas as cidades brasileiras que têm mais de 20 mil habitantes e que ainda não possuem agências do INSS.
No Estado de São Paulo, serão construídas 100 agências, sendo três na região de Campinas. Além de Paulínia, também receberão novas unidades de atendimento as cidades de Jaguariúna e Nova Odessa.