Início Região Paulínia tem o segundo pior índice de aprovação em limpeza da região

Paulínia tem o segundo pior índice de aprovação em limpeza da região

Estudo foi feito em 15 cidades da RMC pelo Instituto de Pesquisa de Opinião Pública, que mede o grau de satisfação da população. O município só perdeu para Sumaré

Paulínia registrou o segundo pior índice de aprovação em limpeza pública entre as 15 maiores cidades da Região Metropolitana de Campinas (RMC), de acordo com um índice do Instituto de Pesquisa de Opinião Pública (Indsat). A avaliação mede o grau de satisfação da população sobre o serviço público nos municípios. A cidade atingiu 494 pontos (baixo grau de satisfação) e ficou em 14º lugar. Por outro lado, Indaiatuba (SP) lidera a lista com ótima satisfação dos moradores de lá: 723 pontos.
Entre as outras cidades da RMC, Sumaré (476 pontos), Cosmópolis (529 pontos), Campinas (544) e Valinhos (545) completam a lista das piores cidades em limpeza pública, de acordo com os moradores. Já Itatiba (717 pontos), Jaguariúna (707), Vinhedo (694) e Artur Nogueira (643) estão no topo do ranking de satisfação.
A insatisfação com o serviço de limpeza em Paulínia começou a ganhar notoriedade no início do mês de maio, após o vencimento do contrato entre a Prefeitura e a Corpus Saneamento e Obras Ltda, que era responsável pela coleta de lixo e limpeza urbana do município. Desde então, a cidade conta com os serviços da Filadélfia Locação e Construção

 

Eireli.
Após 2 meses de atuação da nova empresa, em meados do mês de julho passado, uma pesquisa de satisfação também realizada pelo Instituto Indsat já mostrava o descontentamento da população com a Filadélfia: enquanto no primeiro trimestre de 2017, ainda sob a responsabilidade da Corpus, o grau de satisfação atingia a média dos 70%, nos três meses seguintes, quando os serviços já eram realizados pela Filadélfia, esse índice despencou para apenas 29%.
“A metodologia da pesquisa é a população avaliar o serviço público sobre os critérios de ótimo, bom, regular, ruim e péssimo”, explicou o diretor do Indsat, Hudson Gomes. De acordo com os estudos, no caso de Paulínia, desde o segundo trimestre de 2017, as avalições que mais prevalecem são as de regular e ruim.

———————————————————————————————–

 

Para moradores, Filadélfia deixa a desejar

O pedreiro Jovelino Alves, 57 anos, também é um dos moradores insatisfeitos com a coleta de lixo. Morador do bairro Monte Alegre 2, onde existe coleta de lixo às terças, quintas e sábados, ele diz que o serviço é deficitário e deixa a desejar. Segundo ele, a rua fica toda suja mesmo após a coleta. Como a lixeira fica em frente a sua casa, ele mesmo varre a sujeira que os responsáveis deixam para trás com frequência. “Eu queria que um fiscal viesse ver o que acontece. As vezes eles saem correndo com o saco de lixo na mão e acaba rasgando e o lixo fica todo espalhado. Quando não, eles juntam todo o lixo da rua em um monte só e demoram pra passar pegando. Os cachorros fazem a maior sujeira”, reclama.
O acúmulo de entulho também são alvos de reclamações. De acordo com moradores da região do Monte Alegre, principalmente das ruas próximas da Praça de Esportes Irmãos Vedovello, a situação é lamentável.
“No final da avenida dos trabalhadores tem um ponto fixo de caçamba, mas vá lá para você ver a situação. Mesmo com as caçambas cheias, a empresa não retira o entulho, e o monte só vai crescendo no chão”, disse uma moradora.

Com Corpus, Indaiatuba é a primeira em 2 rankings

Indaiatuba foi a cidade que recebeu maior pontuação de satisfação entre as os municípios pesquisados, 723 pontos. A líder no grupo conseguiu 8% de ótimo, 61% de bom e Alto Grau de Satisfação. Ruim e péssimo fecharam com 10%.
O serviço real

 

izado pela Corpus é o sétimo melhor no ranking dos 15 setores públicos analisados naquele município. Limpeza está à frente de Merenda Escolar, Saúde e Transporte, por exemplo. De acordo com o secretário municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Indaiatuba, José Carlos Selone, a relação entre a empresa e a Prefeitura é consistente e cumpre o contrato firmado. Além da limpeza em ruas, avenidas e praças, a Corpus também realiza a Coleta de Lixo no município.
O segundo ranking onde Indaiatuba lidera é o de qualidade de vida e a Corpus Saneamento e Obras contribuiu para este feito. A empresa é responsável pela limpeza urbana e coleta de lixo da cidade, onde possui um aterro sanitário. Sua atuação exemplar interferiu positivamente para que a cidade fosse bem colocada.
Em toda a RMC – Região Metropolitana de Campinas, Indaiatuba é exemplo na limpeza e conservação, o que agrada moradores e visitantes. “Eu não troco minha cidade por nada. Aqui tem qualidade de vida, é tudo limpo, você não vê entulho acumulado nas ruas, as pracinhas sempre com a grama cortada. Meus filhos adoram”, orgulha-se a doméstica Maria José Antunes, moradora do bairro Altos da Bela Vista.

—————————————————————————————————-

Hoje exemplo nacional, Corpus atuou por 17 anos em Paulínia

A Corpus Saneamento e Obras atuou na cidade de Paulínia por 17 anos e sempre fez investimentos em técnicas modernas de coleta a armazenagem de lixo. Por isso, no ano passado, recebeu uma comitiva de 12 pessoas numa visita técnica ao sistema Meclix no Rodoshopping de Paulínia, conhecido popularmente como o sistema de lixeiras soterradas. A apresentação foi acompanhada pelo gestor operacional sênior da empresa, Denis Roberto do Rego.
Na oportunidade, representantes da empresa Sotkon, a diretoria e superintendência dos consórcios Ecourbis e Loga, a gerência da Soma e os representantes da Prefeitura de São Paulo pela AMLURB (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana de São Paulo), participam de uma demonstração completa de todo o funcionamento da operação de coleta, transporte e também sobre o processo e os equipamentos do sistema Meclix, promovidos pela Corpus em Paulínia.
“Todos os visitantes mostraram satisfação com o sistema e a visita. Foi elogiada a operação da Corpus, bem como o estado geral da cidade de Paulínia”, divulgou na época o gestor da empresa.

Diferenciada
Com o serviço diferenciado de contentores soterrados desde 2011, Paulínia havia conquistado destaque em cenário nacional. O sistema era totalmente inovador e existe apenas em alguns países da Europa. Sem ocupar espaço entre as ruas e calçadas, as cubas de concreto ficavam soterradas junto a contêineres plásticos. Na superfície, ficavam apenas as tampas e as duas lixeiras com fundo falso para o depósito dos resíduos seletivos (papel, plástico, alumínio) e orgânicos (alimentos) que são encaminhados para os contêineres.
Quando a capacidade de 3.000 litros de lixo estava próxima de ser atingida, um sensor era acionado automaticamente e uma equipe da empresa Corpus faz o recolhimento. É simples: o funcionário abria a tampa na superfície com uma chave e prendia o contêiner que está soterrado na grua do caminhão. O contentor era esvaziado graças ao sistema universal de volteio, retornando ao subsolo, uma operação durava em média quatro minutos.
Em diversos pontos estratégicos da cidade, como o Rodoshopping, Hospital Municipal e ruas do Centro, as lixeiras eram facilmente identificadas pela população, pois estavam devidamente identificadas para destinação de diferentes resíduos.

Mudou a cidade
Atuando na cidade de Paulínia desde janeiro de 2000, a empresa Corpus Saneamento e Obras fundiu-se ao cotidiano da cidade. Durante 17 anos, as praças arborizadas, jardins viçosos e as ruas e prédios públicos sempre limpos faziam de Paulínia uma referência regional em qualidade de vida e promoviam a imagem de potência de investimentos.
A experiência e a qualidade na prestação de serviços no setor de limpeza urbana eram as garantias da manutenção de seu abrangente contrato com a Prefeitura Municipal de Paulínia. Além das praças e jardins, a empresa atuava na execução dos serviços de coleta manual e mecanizada de lixo domiciliar, comercial e hospitalar público, incluindo a coleta seletiva em 20% da cidade. No total, eram mais de 24 serviços diferentes prestados pela empresa.
O trabalho da Corpus também podia ser visto na limpeza de todos os prédios públicos de Paulínia e na coleta e transporte de poda de árvores e resíduos resultantes das atividades de manutenção de áreas verdes e serviços gerais com fornecimento de picador de galhos – muito útil no período de fortes chuvas.
Tanto trabalho chegou a gerar emprego para mais de 800 colaboradores paulinenses. A Corpus também fez de Paulínia uma das poucas cidades no Brasil a dispor gratuitamente para a população o serviço de coleta especial de móveis e entulhos com caçambas estacionárias.

Primeiro caminhão 100% elétrico do mundo estava em Paulínia
Paulínia contava com o primeiro caminhão 100% elétrico destinado a coleta e compactação de lixo do mundo. O projeto foi fruto de uma parceria entre a Corpus Saneamento e Obras e a fabricante chinesa BYD, e continua em operação em outras cidades como Indaiatuba, Tietê, Salto e Valinhos.
O veículo pode compactar até 16 toneladas de lixo por turno de funcionamento – e tem autonomia estimada superior a 200 quilômetros ou 8 horas de operação por recarga. Neste ano, a energia gerada em aterro seria utilizada para abastecer os veículos elétricos, fechando um ciclo totalmente sustentável.
O modelo escolhido pela Corpus foi o BYD eT8A, que ganhou um compactador hidráulico para armazenar os resíduos recolhidos – e assim se torna o primeiro veículo 100% elétrico produzido em massa utilizado para tal finalidade no mundo.
Alimentado por uma bateria de fosfato de ferro lítio – reciclável, com vida útil de até 40 anos – o caminhão coletor não emite gases ou fumaça de escapamento na atmosfera, possui manutenção simplificada e é bem mais silencioso do que os veículos tradicionais utilizados na limpeza urbana.

Certificações

Comprometida com a qualidade dos serviços prestados e com a estratégia de oferecer novas tecnologias e soluções nos ramos em que atua, a Corpus investe continuamente no aprimoramento profissional de seus funcionários, em tecnologia e no desenvolvimento do seu Sistema Integrado de Gestão, o que lhe garante as certificações ISO 9001:2008, ISO 14001:2004, OHSAS 18001:2007 com escopo em Coleta, Transporte e Destinação Final de Resíduos Classes I, II-a e II-b no Estado de São Paulo.
Estas certificações são resultado do comprometimento da empresa em relação ao meio ambiente, qualidade, saúde e segurança e garantem que os serviços executados nos clientes tenham o mais rigoroso padrão de qualidade, respeitando as normas ambientais e preservando a segurança e a saúde de seus funcionários.

 

——————————————-
Corpus x Filadélfia

Dados comparativos entre os serviços que a Corpus prestava com os atuais oferecidos pela Filadélfia apontam uma redução e até corte de alguns serviços essenciais para a limpeza urbana.
Enquanto a Corpus oferecia 100% dos serviços de varrição, coleta especial, desobstrução de galerias, poda e retirada de árvores, reposição de calçamento, irrigação, reflorestamento, poda de gramado e roçagem, paisagismo e raspagem capina e pintura, com a Filadélfia, o município deixou de contar com poda e retirada de árvores, reposição de calçamento, reflorestamento e paisagismo. Os dados são do contrato emergencial firmado com a empresa.
O comparativo também aponta que o índice de varrição foi reduzido em 44%. Poda de gramado e roçagem foi reduzido em 75%, além de possuir 42% a menos de funcionários comparada à Corpus: 508 (já incluindo os 113 que estão no Hospital). A Corpus possuía 882.

______________________________________

Serviços Públicos e Privados
A Corpus Saneamento e Obras foi criada em 1982 pelo Eng. Cinéas Feijó Valente com o objetivo de atender o segmento de limpeza urbana e atualmente é especializada na coleta, transporte e destinação de resíduos (de origem domiciliar aos perigosos), implantação e gerenciamento de aterros sanitários, limpeza de prédios públicos e privados, manutenção de ruas, avenidas, praças e demais espaços públicos, paisagismo e conservação de áreas verdes, manutenção de estradas e rodovias.
Nestas últimas três décadas de existência, a Corpus já atendeu dezenas de clientes públicos em diferentes estados do país e possui centenas de clientes privados de diversos portes e necessidades distintas. E hoje segue seu trabalho cada dia mais disposta a melhorar sua performance, otimizando tempo, mão-de-obra e custos.
Entre as cidades que possuem o serviço da Corpus, destacam-se: Indaiatuba, Elias Fausto, Salto, Tietê, Valinhos, Osasco, São Paulo (Consórcio Soma), Vila Velha (ES) e Vitória (ES).
Já no portifólio de seus clientes privados, a Corpus presta serviços para Toshiba, Eucatex, Aeroporto de Viracopos, Drogasil, Droga Raia, Fedrigoni, entre outros.

Artigo anteriorColuna GameTerapia: NieR para todo lado, Banimento permanente em Overwatch e mais NieR!
Próximo artigoJudô Mercival vai à Jacutinga e traz 18 medalhas na bagagem