Início Policial Polícia Ambiental encontra 27 aves em casa de Sumaré

Polícia Ambiental encontra 27 aves em casa de Sumaré

Entre as espécies constavam 11 trinca-ferro, um cardeal, três coleirinho, um bigodinho, um pássaro, dois sabiás, tico-tico-rei, canário da terra, além de um casal de azulão
Entre as espécies constavam 11 trinca-ferro, um cardeal, três coleirinho, um bigodinho, um pássaro, dois sabiás, tico-tico-rei, canário da terra, além de um casal de azulão

As aves estavam em gaiolas no quintal da casa, no Jardim Alvorada, em Sumaré. Segundo a polícia, morador criava as aves como hobby

A Polícia Ambiental de Americana encontrou na manhã de quinta-feira, 21, em uma casa, no Jardim Alvorada, em Sumaré, 27 aves, sendo um casal de azulão, pássaro esse em extinção. Elas foram localizadas depois de uma denúncia anônima. O dono, um aposentado de 49 anos, foi detido e liberado após depoimentos. Além de ser multado em R$ 22,5 mil, ele vai responder processo em liberdade por crime ambiental.

As aves estavam em gaiolas no quintal da casa. Segundo a polícia, ele criava as aves como hobby. Entre as espécies constavam 11 trinca-ferro, um cardeal, três coleirinho, um bigodinho, um pássaro, dois sabiás, tico-tico-rei, joão pinto canário da terra entre outros. “O homem não tinha documentação das aves e pela nova determinação do Ibama, temos que recolher os pássaros e levá-los para um local autorizado”, comentou um policial.
Segundo a Polícia Ambiental, por mês são feitas seis apreensões, em média. Entre as aves mais apreendidas ainda constam papagaio e maritaca.
Até maio do ano passado, a lei permitia que as aves ficassem com os donos, que eram fiéis depositários. Porém, agora elas são recolhidas. No caso das aves apreendidas, elas foram levadas para o Criadouro Conservacionista Pé da Serra, em Piracicaba.