Início Região Quadrilha de mulheres assusta Centro de Campinas

Quadrilha de mulheres assusta Centro de Campinas

Bandidas usam giletes como arma, rasgam a lateral da bolsa sem o alvo perceber

Uma quadrilha de mulheres armada com giletes apavora o Centro de Campinas todos os dias e em plena luz do sol. O bando é formado por mulheres, que contam com apoio de homens na cobertura. O alvo são mulheres distraídas, que andam com a bolsa pendurada na diagonal do corpo ou nas costas, na ruas 13 de Maio e Costa Aguiar. São presas fáceis já que ficam atraídas pelas promoções do comércio.

Os ataques acontecem especialmente no horário de maior movimentação. O grupo usa como arma uma gilete para cortar a bolsa da vítima pela lateral. Por conta do estilo da ação, as bandidas ganharam o apelido de “as cortadeiras”. “Elas agem tanto na rua como nas lojas onde há promoções rápidas”, disse o capitão da PM, Paulo Henrique Rosas, que afirmou também que há um registro médio de 70 ações por dia. “Tem hora que a gente se distrai e se esquece mesmo da bolsa”, admitiu a estudante Fernanda Reis, 21 anos, que assistia a um show no Calçadão com o acessório nas costas.

A PM calcula que nesta época do ano cerca de 400 mil pessoas transitem pelo Centro todos os dias. Na semana do Natal, o número sobe pra 500 mil. A polícia pede para que as pessoas vão, se possível, de ônibus ao Centro de Campinas. Se não tiver jeito, a recomendação é pra deixar o carro em estacionamentos. O ideal é levar as bolsas à frente do corpo.