Início Esportes Rainha do Engenho capacita professores de capoeira para praticar Capoterapia

Rainha do Engenho capacita professores de capoeira para praticar Capoterapia

A capacitação em Paulínia contou com mestres e contramestres de toda a RMC e mais quatro estados e do Distrito Federal
A capacitação em Paulínia contou com mestres e contramestres de toda a RMC e mais quatro estados e do Distrito Federal

A Associação Assistencial Rainha do Engenho (AARE) de Paulínia realizou curso de formação e capacitação em Capoterapia. Voltado para mestres e contramestres de Capoeira, o curso preparou os profissionais para ministrarem aulas de Capoterapia para idosos, pessoas com deficiência física, motora e com síndrome de down.

A Capoterapia foi criada em 1998 no Distrito Federal e trazida para Paulínia a mais de 10 anos pelo presidente da AARE, Mestre Domingos Anastácio de Brito, que aplica a terapia em grupos de terceira idade, em alunos e ex-alunos da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais). “É uma grande satisfação pra mim saber que este trabalho ajuda as pessoas e muda a vida delas. A procura está aumentando e por isso sentimos a necessidade de formar novos mestres para atender a demanda”, disse Mestre Domingos, coordenador do evento.
Cerca de 500 capoeiristas participaram do programa que terminou com um grande “aulão” com a participação dos alunos no Theatro Municipal “Paulo Gracindo”. As aulas foram ministradas pelo próprio Mestre Domingos e pelo criador da terapia alternativa, Mestre Gilvan Alves de Andrade. “A Capoterapia é uma terapia utilizando elementos da capoeira adaptada respeitando a condição física, as potencialidades, os limites e as características psicológicas individuais dos alunos”, disse Mestre Gilvan.
A Capoterapia previne doenças degenerativas do aparelho cardiovascular, respiratório, mental e motora, além de prevenir a depressão, pois torna o indivíduo ativo através do misto de dança, exercícios, folclore através das cantigas, do lúdico e interação que são praticados durante as aulas.
A capacitação em Paulínia contou com mestres e contramestres de toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC), mais quatro estados e do Distrito Federal. O evento contou com o apoio do Vereador Sandro Caprino (PRB). “Práticas saudáveis como esta e que beneficiam a população temos que incentivar em nosso município. Espero que com a formação dos novos mestres a Capoterapia seja ampliada e chegue a outros municípios da região”, destacou Caprino.