Início Empresarial Receita líquida da Braskem atinge R$ 11,8 bilhões no primeiro trimestre

Receita líquida da Braskem atinge R$ 11,8 bilhões no primeiro trimestre

BraskemA recuperação dos preços de petroquímicos no mercado internacional e a depreciação do real contribuíram para o desempenho no período

Em um cenário econômico desafiador, a Braskem obteve receita líquida de R$ 11,8 bilhões no primeiro trimestre de 2014, superior em 10% ao registrado no último trimestre do ano anterior. O crescimento é fruto do efeito da apreciação do dólar e da recuperação dos preços dos produtos petroquímicos no mercado internacional, em função da melhor demanda global.

A demanda brasileira de resinas termoplásticas no trimestre foi de 1,3 milhão de toneladas, patamar similar ao do trimestre anterior. As vendas da Braskem totalizaram 901 mil toneladas, praticamente em linha com o quarto trimestre de 2013. Na comparação com o igual período de 2013, a demanda doméstica apresentou alta de 3%, influenciada pelo bom desempenho de setores relacionados a bens de consumo não duráveis; enquanto as vendas da Companhia apresentaram redução de 2%.
No primeiro trimestre, a taxa média de utilização dos crackers foi de 85%, impactada pela parada programada de manutenção na principal linha da central de Triunfo (RS) e de ocorrências pontuais nas centrais petroquímicas de Duque de Caxias (RJ) e Mauá (SP).
Em linha com sua estratégia de concentrar seus investimentos no setor petroquímico, a Braskem alienou os ativos integrantes da Unidade de Tratamento de Água de Triunfo (UTA) para a Odebrecht Ambiental. A venda deste ativo trouxe um ganho de R$ 277 milhões no trimestre.
Os resultados alcançados refletem, principalmente, o melhor desempenho da economia global. O cenário brasileiro ainda requer cautela e permanece desafiador, especialmente em relação à competitividade da indústria. O custo e a disponibilidade de energia, a baixa competitividade da matéria-prima base nafta quando comparada ao shale gas norte-americano e questões ligadas à infraestrutura e ao baixo crescimento econômico exigem medidas adicionais para a recuperação da competitividade do setor industrial do país.

Reconhecimento
Este primeiro trimestre trouxe um importante reconhecimento ao compromisso da Braskem com pesquisa e inovação. A Companhia foi a única brasileira a entrar na lista das 50 mais inovadoras do mundo segundo a publicação Fast Company, eleita a revista do ano nos Estados Unidos pela National Magazine Awards. O trabalho de pesquisa em produtos de origem renovável, em especial o desenvolvimento do Plástico Verde, foram os principais responsáveis pela inclusão da Braskem no ranking, que também conta com empresas como Google, Nike, Netflix e Airbnb.