Início Paulínia Record dá início à produção da novela “Escrava Mãe” em Paulínia

Record dá início à produção da novela “Escrava Mãe” em Paulínia

As atrizes Bete Coelho e Thaís Fersoza passaram por caracterização de personagem durante o encontro com a imprensa
As atrizes Bete Coelho e Thaís Fersoza passaram por caracterização de personagem durante o encontro com a imprensa

Parte do elenco da novela Escrava Mãe, que será produzida pela Record em parceria com a Casablanca, esteve em Paulínia durante esta semana, participando de coletiva de imprensa e workshop em preparação ao início das gravações, que acontecerão a partir da segunda quinzena de maio.

Na ocasião, os jornalistas acompanharam workshop de maquiagem, rodada de capoeira, caracterização de cabelos e conheceram o set de filmagem que está sendo montado em  dois estúdios do Polo Cinematográfico de Paulínia.
Os atores Milena Toscano, Thaís Fersoza, Bete Coelho, Roger Gobeth,  o português Pedro Carvalho, Nil Marcondes, entre outros conversaram com os repórteres, falaram dos seus personagens, da alegria de estar  participando da produção e  da qualidade dos estúdios.
“Estou feliz em participar desta novela. Fiquei impressionado com as estrutura dos estúdios aqui de Paulínia. Com certeza, sairá um belo trabalho”, comentou Roger Gobeth, que é de Piracicaba. “É gratificante para mim saber que, na minha região, existe  um complexo deste porte”.
A novela, que é a próxima produção da teledramaturgia da Record, entra no lugar de “Vitória” e tem previsão de estreia para outubro deste ano e contará a história da mãe da “Escrava Isaura”, que ganhou o mundo pelas páginas do livro de Bernardo Guimarães e pelas telenovelas brasileiras.
Com texto de Gustavo Reiz e direção-geral de Ivan Zettel, a novela terá como personagem principal Juliana (Gabriela Moreyra), a mãe de Isaura. Filha de uma escrava africana, ela nasce no Brasil e logo irá trabalhar na fazenda Engenho do Sol, onde vivem Custódio Avelar (Antonio Petrin), D. Beatrice (Bete Coelho), Maria Isabel (Thaís Fersoza) e Teresa (Roberta Gualda). Recém-chegado à Vila de São Salvador, o português Miguel (ator português Pedro Carvalho), o herói da história, se apaixonará pela escrava, com quem terá uma filha – Isaura.
A ambientação se dará na região norte fluminense (atual Campos dos Goytacazes) e a história terá início no final do século XVIII, quando será retratado o momento de captura de negros da região de Angola e sua vinda ao Brasil em navios negreiros. As gravações terão início na segunda quinzena de maio e serão realizadas em Paulínia e na Fazenda Santa Gertrudes, em Rio Claro, onde foi gravada a novela “Escrava Isaura”, em 2004.
Ainda fazem parte do elenco: Jussara Freire, Junno Andrade, Zezé Motta, Luiz Guilherme, Roger Gobeth, Milena Toscano, Luiza Tomé, Fernando Pavão e Jayme Periard. A partir desta semana, os atores darão início aos workshops de preparação para a trama.