Início Paulínia Reuniões definem temas que serão debatidos em Conferência do Idoso

Reuniões definem temas que serão debatidos em Conferência do Idoso

O presidente do Conselho, Marcos Montebelo, é quem coordena os encontros e anota as reivindicações
O presidente do Conselho, Marcos Montebelo, é quem coordena os encontros e anota as reivindicações

Encontros com idosos acontecem no Centro de Convivência e através das opiniões deles, temas como educação e segurança serão debatidos na Conferência Municipal

O Centro de Convivência “Tia Lídia” é o ponto de encontro para dezenas de idosos, de diversos núcleos da cidade, debaterem temas relacionados à qualidade de vida de pessoas que estão na melhor idade. O presidente do Conselho Municipal do Idoso, Marcos Poscoal Montebelo, é quem organiza as reuniões onde temas como educação, segurança, saúde e transporte são debatidos e um levantamento das principais necessidades será apresentado durante a Conferência Municipal do Idoso, que acontece no mês que vem, na Câmara de Paulínia.

No último encontro, que aconteceu na quinta-feira (6), com idosos da região do João Aranha, os participantes puderam opinar sobre as necessidades reais para que as pessoas da Terceira Idade tenham uma vida digna. Dentro do tema educação, por exemplo, que englobou os setores de lazer, esporte e cultura, foram citados novos centros de convivência nos bairros, cursos, praças com aparelhos de ginástica e profissionais para auxiliar a utilização, praças mais bem cuidadas com jogos de mesa, mais locais para caminhadas, entre outros.
“Tudo o que discutimos aqui são as necessidades de um idoso englobado no termo de dignidade, que é ter o direito respeitado e o dever de cuidar do bem coletivo”, disse Montebelo.
Já sobre o tema segurança, que envolveu violência urbana, justiça social e acessibilidade, os idosos levantaram questões como fiscalização do passeio público. “Hoje em dia, cada calçada é de um jeito e muitas tem degrau, ou estão esburacadas, ou até com material de construção, obrigando a gente a andar pela rua”, contou uma idosa, que completou: “a Prefeitura precisa colocar alguém para fiscalizar isso”. Respeito às filas e vagas de estacionamento preferenciais também foram citadas.
“Já aconteceram vários encontros, com idosos de pontos diferentes da cidade, onde estamos fazendo os mesmos questionamentos sobre educação, segurança, saúde e transporte. Tudo isso que está sendo debatido será levado à Conferência que acontece no próximo mês”, disse Renata Pupo, diretora do Departamento de Geriatria da Secretaria de Saúde de Paulínia.
Ainda de acordo com Renata, durante a Conferência, serão realizadas palestras e formados grupos de trabalho que farão o levantamento dos temas mais citados para ser encaminhado ao Poder Público Municipal. “Durante a Conferência também serão eleitos os delegados de Paulínia que estarão na Conferência Estadual, que acontece no ano que vem. Mas aqui, nossos idosos estão muito participativos no levantamento das necessidades e também nas propostas para soluções e com isso, nossos encontros estão sendo muito produtivos”, finalizou a diretora.