Início Região Samaritano inicia credenciamento de fornecedores para obra do Hospital em Cosmópolis

Samaritano inicia credenciamento de fornecedores para obra do Hospital em Cosmópolis

O Samaritano já iniciou o credenciamento de fornecedores para dar início às obras de construção do hospital de Cosmópolis. O objetivo é dar preferência a empresas de Cosmópolis, Artur Nogueira e Paulínia, que cumpram exigências como condições de preço, qualidade, mão de obra e prazo.
Em Cosmópolis, o credenciamento das empreiteiras, fornecedores de material hidráulico, elétrico, ar condicionado, pisos, tintas, gesso, jardinagem, esquadrias e terraplanagem pode ser feito toda quarta-feira, no período da manhã, na sede do atendimento comercial do PHS Samaritano Saúde. O endereço é Rua Ramos de Azevedo, 89b. Já em Paulínia, o atendimento é feito no Hospital Samaritano localizado na Rua Portugal, 400. Mas, é necessário enviar e-mail para o analista de obras, Rafael Garcia Bosshard, no endereço eletrônico [email protected]
No ato do credenciamento, que é feito pessoalmente ou por e-mail, é preciso portar/enviar a cópia do CNPJ, Contrato Social e portfólio da empresa, assim como possíveis recomendações. “A nossa expectativa é que os fornecedores sejam pontuais e tenham produtos/materiais de boa qualidade para que assim possamos contar com eles sempre que precisarmos”, comentou Bosshard. Segundo ele, a obra de construção do Hospital Samaritano Cosmópolis será executada de forma rápida e limpa utilizando pré-moldados.

Hospital
Para o acesso ao novo Hospital da cidade, a concessionária responsável pela estrada finalizou o trevo localizado na Rodovia Zeferino Vaz. A via, em frente ao terreno, também já foi pavimentada pela prefeitura.
A unidade será construída às margens da Rodovia Zeferino Vaz (SP 332), próximo ao trevo sentido Arthur Nogueira, em uma área de 15 mil metros quadrados. Serão 9 mil metros quadrados de área construída e a obra será feita em três etapas.
Etapas
Na primeira, cujo início está previsto ainda para o segundo semestre de 2018, será construído o pronto-socorro, setor de radiologia, ultrassom, tomografia e ressonância magnética. Em seguida, o Centro Cirúrgico, UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e Cateterismo Cardíaco com 40 leitos e por fim, as Ala de Internação com aproximadamente 200 leitos. Haverá ainda Ambulatório de Especialidades e Medicina Preventiva. Cerca de 350 empregos diretos devem ser gerados durante a construção.