Início Paulínia Secretário visita famílias do acampamento “João Calixto”

Secretário visita famílias do acampamento “João Calixto”

Segundo Danilo Garcia, todas as questões voltadas para a moradia digna à população serão fiscalizadas pelo poder público
Segundo Danilo Garcia, todas as questões voltadas para a moradia digna à população serão fiscalizadas pelo poder público

O secretário de Habitação de Paulínia, Danilo Garcia, visitou na semana passada vinte e três famílias de assentados do Acampamento “João Calixto”, que fica em uma área localizada próximo à Estrada da Rhodia. Na ocasião, Garcia dialogou com as pessoas e passou informações sobre projetos sociais da administração.

De acordo com o secretário, uma das soluções para essas famílias seria a doação de uma área destinada à agricultura familiar. “Essas famílias anseiam por um local em que possam plantar para seu próprio sustento. Estamos intervindo no processo, pois elas aguardam há muito tempo uma definição do Incra”, explicou.
A agricultora Jacira Santos, 63, relatou que o apoio do secretário de Habitação é importante para os assentados. “Foi muito bom ele (Garcia) ter vindo aqui. Isso nos mostra que não estamos sozinhos nessa luta. O nosso sonho é ter terra para plantar e ajudar a sociedade”, relatou.
Desde que assumiu a administração, o prefeito Edson Moura Junior tem buscado ações para resolver a situação dos moradores do assentamento. Em dezembro, o secretário de Habitação encaminhou um ofício ao superintendente do Incra, Wellington Diniz Monteiro. Garcia também estreitou contato com o deputado federal Edinho Araújo (PMDB) pedindo apoio à agilização do processo.

Moradia
O secretário ressaltou que o prefeito tem o objetivo de oferecer moradia digna para toda a população de Paulínia. “Não queremos ninguém morando de forma irregular, em situação precária”, completou o secretário.
Segundo ele, todas as questões voltadas para a moradia digna à população serão fiscalizadas pelo poder público. “Adotamos um modelo de política habitacional voltada para todos. Acreditamos que ter uma moradia descente é um direito de todo cidadão paulinense”, enfatizou.