Início Variedades Trabalhadores do McDonald’s e Burguer King agora têm sindicato oficial

Trabalhadores do McDonald’s e Burguer King agora têm sindicato oficial

Há quase 20 anos, o SindiFast disputava judicialmente a questão com o Sinthoresp, entidade que abrange a representação de hotéis, restaurantes, bares e outros estabelecimentos similares
Há quase 20 anos, o SindiFast disputava judicialmente a questão com o Sinthoresp, entidade que abrange a representação de hotéis, restaurantes, bares e outros estabelecimentos similares

O SindiFast obteve na Justiça o direito de representar e defender os direitos e melhores condições de trabalho

Restaurantes de fast food como “Burger King” e “McDonald’s” fazem sucesso no mundo todo. No Brasil este segmento tem indiscutível relevância na economia, proporcionando oportunidade de trabalho a milhares de pessoas, sobretudo aos jovens.

Esta categoria profissional atualmente é representada única e exclusivamente pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Rápidas (Fast Food) de São Paulo – SindiFast, que teve assegurado este direito por decisão do Tribunal Superior do Trabalho-TST no último dia 20 de março. Há quase 20 anos, o SindiFast disputava judicialmente a questão com o Sinthoresp, entidade que abrange a representação de hotéis, restaurantes, bares e outros estabelecimentos similares.
O presidente do SindiFast, Ataíde Francisco de Morais Júnior, comemora a vitória obtida na Justiça, voltando-se ainda mais para as ações da categoria. “Há muito tempo, os cerca de 34 mil trabalhadores em fast food do município de São Paulo sentiam a necessidade de uma entidade forte que defendesse os seus direitos trabalhistas, bem como que conquistasse melhores condições de atuação. Com a decisão favorável do TST, o SindiFast ampliará sua pauta de lutas e reivindicações para os trabalhadores que compõem sua base sindical”.
Neste momento, uma das principais bandeiras de lutas do Sindicato é a busca por subsídio para a formação profissional dos trabalhadores. “Desta forma, o jovem que acaba de ingressar no mercado de trabalho poderá se especializar e continuar desenvolvendo todo o seu potencial”, afirma Morais.
Amadeu Garrido de Paula, advogado do SindiFast, ressalta a importância do resultado do julgamento desta causa sindical, por votação unânime. “Ao declarar a legítima representação do SindiFast para os trabalhadores dos fast foods, o TST põe uma pá de cal na questão que já se arrastava por muitos anos, e de certa forma, impedia a plena atuação deste Sindicato que, inclusive, foi criado pelos próprios empregados da categoria” ressalta Garrido.

Sindifast

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Refeições Rápidas (Fast Food) de São Paulo – SindiFast foi constituído em 1996, a partir do clamor dos trabalhadores do segmento e da necessidade de uma representação específica da categoria. Após diversas batalhas judiciais, em 2001, o SindiFast foi declarado legítimo e único representante da categoria dos trabalhadores em fast food o que, ao longo dos anos, tem sido reafirmado.
Além de lutar pelos reais interesses da categoria, a entidade oferece diversos serviços na área de saúde, lazer, descontos, assessoramento jurídico trabalhista e civil, recolocação no mercado de trabalho, entre outros benefícios.