Início Paulínia UBSs Central, Cooperlotes e Monte Alegre terão novos prédios

UBSs Central, Cooperlotes e Monte Alegre terão novos prédios

– A unidade do Monte Alegre ficará próxima ao prédio atual, em terreno já desmembrado da EMEI Dona Itela Ferro Soldeira
– A unidade do Monte Alegre ficará próxima ao prédio atual, em terreno já desmembrado da EMEI Dona Itela Ferro Soldeira

As unidades serão construídas pelo Governo do Estado e os recursos já estão disponíveis

Paulínia terá três novas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) construídas pelo governo do Estado de São Paulo: a do Centro, a do Monte Alegre e a do Cooperlotes. A confirmação foi feita por ofício à prefeitura no mês passado, após uma modificação no projeto, que contemplava apenas a reforma de duas das unidades.

O recurso para as obras já está disponível ao governo paulista. O prazo de implantação respeitará a publicação dos editais de licitação e o trâmite da concorrência.

 

A unidade Centro sairá do ponto atual, ao lado do hospital, para uma nova construção na avenida José Paulino, em área pública ao lado do supermercado Extra.

Já a unidade Monte Alegre será construída próximo ao prédio atual, em terreno já desmembrado da escola municipal de ensino infantil Dona Itela Ferro Soldeira.

Os dois prédios já existentes, após desocupados, darão espaço a novos equipamentos públicos de saúde, reduzindo gastos com aluguel de imóveis, por exemplo.

A terceira nova UBS a ser construída já estava prevista nos planos do governo de SP. Será no bairro Cooperlotes, em área pública atrás da avenida Antônio Batista Piva.
As novas UBSs seguirão um padrão definido pelo governo paulista. Terão ao menos oito consultórios médicos, podendo ser ampliada conforme aumento da demanda.

A Prefeitura de Paulínia solicitou ao Estado de SP que modificasse o projeto inicial, de apenas de reformas dos prédios, para atender a um novo modelo organizacional. Um dos pontos considerados foi a integração eficaz da atenção primária em saúde com os demais níveis da rede de atendimento disponível no município.

Além disso, foi apontado que as unidades Centro e Monte Alegre atendem a um grande grupo de pessoas. Atualmente, Paulínia tem cerca de 100,1 mil habitantes.

 

Parceria

O programa “Saúde em Ação”, da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria inédita com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), tem R$ 801 milhões extras para fortalecer a saúde pública do Estado.

Paulínia, dentro da RMC (Região Metropolitana de Campinas), foi atendida em 2015 nos pedidos, assim como Campinas, Hortolândia, Sumaré, Cosmópolis, Indaiatuba, Artur Nogueira, Holambra, entre outros.