Início Região Vereador de Elias Fausto é preso em Paulínia

Vereador de Elias Fausto é preso em Paulínia

Presidente da Câmara de Elias Fausto na hora da prisão por furto


Presidente da Câmara é pego em flagrante após furto em empresa de produto de limpeza; político estava acompanhando de filhos de 13 e 24 anos de idade na ação.

O vereador de Elias Fausto, Valdenir Lucas da Silva (PTB), conhecido como Dimas Lucas, foi preso na madrugada deste domingo (3) acusado de furtar produtos de limpeza e higiene de uma fábrica de Paulínia. Ele será transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Hortolândia nesta segunda-feira (4). Os outros cinco suspeitos de envolvimento na ação criminosa também serão levados para o local.
Segundo a Polícia Civil, a carga que seria levada está avaliada em R$ 700 mil. Entre os acusados de participarem da ação está o filho do vereador, de 24 anos, e que também foi preso. Outro filho do político ainda estava no local e foi detido, mas, por ser menor, foi liberado no mesmo dia.
Segundo um escrivão da Delegacia de Paulínia, o vereador de 50 anos pagava seguranças que trabalhavam na empresa para facilitarem o desvio dos produtos. “Ele usava uma carreta para fazer o transporte”, disse. Ainda segundo a polícia, o vereador vai responder por formação de quadrilha, furto de cargas e corrupção de menores. A advogada dele nega as acusações.
Os outros quatro presos são dois vigilantes da empresa, um motorista que foi contratado para fazer o transporte da carga e um receptador localizado em Santa Gertrudes (SP). Com o motorista a polícia encontrou R$ 5 mil em espécie. O filho do político, de 13 anos, foi entregue à mãe na data. Uma outra pessoa que participava da ação, um sobrinho do vereador, conseguiu fugir. O político é apontado pela polícia como chefe da quadrilha.

Furto de mercadorias na empresa ocorria há 6 meses, segundo a polícia

Esquema desviou R$ 1,5 milhão
O delegado Marco Antônio Evangelista que, desde o ano passado investiga o esquema de desvio de produtos de limpeza na empresa de Paulínia, disse que nos últimos três meses teria sido desviado pouco mais de R$ 1,5 milhão. Ele acredita que o presidente da Câmara de Elias Fausto seja o chefe da quadrilha. O vereador chegou à delegacia de Paulínia de camburão e ao descer, algemado, escondeu o rosto e não quis falar.
De acordo com a Polícia Civil, Silva estava no galpão da empresa de produtos de higiene ajudando no carregamento de dois caminhões que seriam dele para desviar a carga. Junto do presidente da Câmara estavam dois filhos, um de 24 anos e outro de 13 anos. A Guarda Municipal (GM) chegou ao local depois da denúncia de um homem que disse ser funcionário da empresa.

Apreensão na casa
Na casa do vereador, em Elias Fausto, investigadores da polícia encontraram produtos de limpeza da mesma marca e um caderno com nomes e anotações sobre a distribuição da carga. Segundo a polícia e uma representante da empresa, o roubo de mercadorias ocorre há cerca de seis meses, quando começaram a sumir cargas sem explicação. Isso teria obrigado a fábrica a passar por uma auditoria. Cerca de 400 paletes carregados de produtos teriam desaparecido.