Início Paulínia Vereador quer implantação de programa de descarte correto de medicamentos

Vereador quer implantação de programa de descarte correto de medicamentos

Para o edil, o impacto que os resíduos de medicamentos, quando descartados de forma incorreta, causam ao meio ambiente são graves problemas
Para o edil, o impacto que os resíduos de medicamentos, quando descartados de forma incorreta, causam ao meio ambiente são graves problemas

O vereador João Mota Pinto (PSDC), fez na 13ª sessão ordinária, realizada no dia 15, uma indicação ao Executivo pedindo a criação de um programa para o descarte correto de medicamentos.

Os medicamentos contêm substâncias químicas que contaminam o solo, a água e colocam em risco o meio ambiente. Materiais desse tipo precisam de cuidados especiais e não devem ser descartados em lixo comum.
Para o edil, o impacto que os resíduos de medicamentos, quando descartados de forma incorreta, causam ao meio ambiente são graves problemas. Muitas pessoas descartam os medicamentos no lixo comum, na pia ou no vaso sanitário, a população, inconscientemente, está colaborando com um grave problema de saúde pública.
“A conscientização dos munícipes e, a instalação de estações coletoras, que atendam as exigências sanitárias, em pontos estratégicos da cidade, irá diminuir o impacto causado ao meio ambiente pelo descarte incorreto de medicamentos”, enfatiza o vereador.
Em outra indicação, solicita a inclusão no calendário Oficial de Eventos o dia da Conscientização sobre a Fibromialgia, que refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono. É uma forma de reumatismo associada à sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso.
Ele ainda apresentou propositura pedindo a implantação de iluminação por sensor de presença nos pontos de ônibus do município e a instalação de lixeiras apropriadas onde os donos de cães possam depositar os dejetos de seus animais durante passeios na Praça Waldemar Perissinoto, no bairro João Aranha.