Início Destaques Wilson Machado sonda vaga de vice do PMDB em 2012

Wilson Machado sonda vaga de vice do PMDB em 2012

Wilson Machado teve sua filiação abonada pelo vice-presidente do Brasil, Michel Temer

O empresário do Jornal Tribuna, Wilson Machado, confirmou esta semana que pretende buscar a vaga de candidato a vice-prefeito ao lado do ex-prefeito Edson Moura à Prefeitura de Paulínia em 2012. Ambos filiados ao PMDB, já trabalham em sintonia pelo fortalecimento do partido.

Edson Moura, prefeito eleito três vezes na cidade e precursor de outras duas eleições – a última e a de 1996 -, confirma sua intenção de disputar a eleição em 2012 e que sua elegibilidade é uma questão judicial que já está sendo tratada. “Se for a vontade do povo, volto a ser prefeito”, decretou em entrevista a um jornal da região.

“Pretendo ser vice de Edson Moura se ele se candidatar a prefeito, porque acredito no seu projeto para Paulínia e sei que há condições de fazer muito mais como um todo devido à riqueza de Paulínia. Minha experiência como empresário, pai de família, consumidor, mostra que somos tudo isso ao mesmo tempo e que em cada área, temos um tipo de necessidade que requer a devida atenção dos governantes”, comenta.

Ainda pela corrida eleitoral de 2012, o filho do ex-prefeito, Edson Moura Filho, que recentemente saiu do PTB e continua sem partido, é apontado como sucessor natural, mas disse que seu objetivo é trabalhar pela viabilidade da candidatura de seu pai. “Nós representamos a esperança de nosso povo e cabe a nós, políticos, realizar aquilo que o povo precisa”, defende.

Já envolvido no lema de Edson Moura filho, Wilson Machado reforça seus argumentos para envolver-se nos desfechos políticos de Paulínia. “Como bem disse o Edson, o governo atual não deu continuidade aos projetos prioritários de saúde, educação, segurança e habitação, além de ter traído nosso povo que tanto trabalhou por sua eleição. Um homem público precisa ser um homem de palavra honrada. A boa fé das pessoas precisa ser respeitada e a política precisa trabalhar por ela. O que acontece hoje em Paulínia é inadmissível”, disse.

“Paulínia precisa ser uma cidade para os paulinenses”,
defende Wilson Machado ao avaliar o cenário atual
Wilson Machado fala da traição do governo e da importância de Edson Moura na política local

 Como você avalia o governo atual de Paulínia?
Confesso que estou decepcionado pelo que se sucedeu no governo municipal. Não esperava que o atual prefeito, apoiado pelo Edson Moura, investisse numa traição tão rápida e drástica. Não consigo imaginar como alguém que dependeu do povo para chegar onde está, simplesmente, tenha virado as costas e se imposto como o dono da razão. A política, algo tão importante para a democracia e bem estar dos cidadãos, em Paulínia está assim, revestida de traição.

Como avalia a importância de Edson Moura na política de Paulínia?
Eu e o Edson somos amigos há muito tempo e a participação dele na política em Paulínia faz toda a diferença. Nós comprovamos isso por usa aproximação junto à população nas últimas cinco eleições na cidade. Lá se vão 20 anos de uma influência e uma admiração pública que só cresce aos olhos do povo, porque toda vez que governou, ele realizou obras importantes que contribuíram efetivamente com a população. Paulínia precisa ser uma cidade para os paulinenses, como antes.