Início Paulínia Comerciante é morto com 7 tiros em tentativa de roubo em Paulínia

Comerciante é morto com 7 tiros em tentativa de roubo em Paulínia

O trailer de lanches funcionava no local há mais de um ano e esse foi o segundo assalto
O trailer de lanches funcionava no local há mais de um ano e esse foi o segundo assalto

Ladrões queriam chave do carro, atiraram e não levaram o veículo. Caso foi registrado como latrocínio tentado, o primeiro da cidade

Um comerciante morreu após ser atingido por sete tiros durante uma tentativa de assalto em Paulínia na noite de quarta-feira (29). Ele trabalhava em um trailler que vendia lanches no bairro Monte Alegre e o alvo dos ladrões era um carro estacionado em frente ao estabelecimento, um Honda Fit, que é do filho mais velho da vítima. Isaías Muniz, de 53 anos, chegou a ser socorrido mas não resistiu.

O caso foi registrado como latrocínio tentado na delegacia da cidade. É a primeira ocorrência deste tipo este ano em Paulínia. Até o momento, ninguém foi preso.
A vítima estava com a esposa e o filho mais novo no trailer de lanches quando houve a abordagem, por volta das 22h. O comerciante estava próximo a um carro e o filho, que estava dentro do comércio, ouviu os assaltantes anunciarem o roubo. “Eu estava dentro do trailer mexendo no celular, aí eu ouvi umas conversas estranhas, questão de passar chave. Eu peguei a chave e guardei”, conta o filho, que preferiu não se identificar.
O veículo era de um dos filhos de Isaías. No entanto, o rapaz disse que eles argumentaram com os ladrões dizendo que a chave não estaria com eles porque o carro não era deles. “Um deles foi no trailer, o que estava armado, me tiraram do trailer e fez de refém eu, meu pai e minha mãe”, conta o filho.
Ele conseguiu escapar e correu, enquanto isso um dos assaltantes fez os disparos contra o pai. Os tiros acertaram abdômen, peito, ombro e quadril.
Os criminosos fugiram com o celular da vítima. Esta foi a segunda vez em quatro meses que o trailler foi assaltado. A família tinha o negócio há um ano e três meses. A vítima chegou a ser encaminhada para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A perícia técnica esteve no local e apreendeu cápsulas de revólver calibre 38.