Início Paulínia GM prende ladrões após roubo a loja de importados de Paulínia

GM prende ladrões após roubo a loja de importados de Paulínia

Os R$ 10 mil em mercadorias foram recuperados pela Guarda Municipal, apresentados na delegacia e devolvidos à proprietária da loja

Dois bandidos foram presos pela Guarda Municipal (GM) de Paulínia, após praticarem roubo a uma loja de artigos importados pela Avenida José Paulino, área central da cidade.

O roubo aconteceu por volta de 16h desta terça-feira, (09).
A loja é toda equipada com dispositivos de segurança, mas isso não intimidou os ladrões. Horas antes do crime, a dupla formada por Cristiano Augusto Mendes, 21 anos e Anderson Braga dos Santos, 22 anos, foi até o estabelecimento comercial que fica no centro de Paulínia se passando por clientes. Olharam os produtos, praticamente todo o mostruário, e separaram alguns itens dizendo que voltariam mais tarde para comprar. Na verdade eles estavam escolhendo os produtos que iriam levar no momento do roubo.
Mais tarde, quando voltaram, renderam a proprietária do estabelecimento comercial, N.S.L, 47 anos. Eles estavam armados com um revolver calibre 38. Depois de encherem duas sacolas com produtos da loja e pegarem o dinheiro que estava no caixa, R$855,00, os ladrões fugiram a pé.
“Estávamos em patrulhamento na área central, e nos deslocamos até próximo ao local do crime, onde alguns populares indicaram que teriam pessoas escondidas atrás do ponto de ônibus, bem próximo à loja. Nós desembarcamos e ao chegarmos ao local indicado pudemos confirmar que pelas características e pelos produtos que estavam com eles, se tratava dos acusados”, disse o guarda municipal Alexandre Maia.
Eles foram detidos e toda mercadoria recuperada. Os dois assaltantes estão desempregados e possuem antecedentes criminais por tráfico de drogas. Eles foram autuados em flagrante por roubo e transferidos para a cadeia anexa ao 2º DP em Campinas.
Todos os produtos roubados possuíam o preço marcado na etiqueta, assim foi possível calcular qual seria o prejuízo da dona da loja: R$ 10 mil em relógios, perfumes, bonés, chinelos e outros itens de marcas mundialmente conhecidas, além da quantia em dinheiro que estavam no caixa.