Início Paulínia Mai de 600 alunos são contemplados com bolsa de estudo

Mai de 600 alunos são contemplados com bolsa de estudo

A Prefeitura de Paulínia realizou na noite de segunda-feira, 23, no Theatro Municipal, a entrega de 665 bolsas de estudo. O benefício faz parte do Programa Bolsa Educação, que atende atualmente cerca de 2,5 mil estudantes.
O número de contemplados este ano foi o 2º maior desde que o programa foi criado, em 2010. O recorde até o momento foi em 2017, com 736 bolsas. Paulínia tem aproximadamente 2,5 mil estudantes beneficiados, contando os alunos que ingressaram em anos anteriores. O investimento anual para o programa é de R$ 30 milhões.
De acordo com o chefe de Divisão de Bolsa de Estudos, Brauner Campos, para serem aprovados, os estudantes passaram por um processo de avaliação socioeconômica. Os beneficiados necessitam morar há dez anos em Paulínia de forma ininterrupta, ter renda familiar inferior a dez salários mínimos, não possuir curso superior ou equivalente ao da bolsa pleiteada e nunca ter recebido uma bolsa de estudos concedida pela Secretaria de Educação. “O processo de avaliação demorou cinco meses e todos os pedidos de bolsas foram avaliados individualmente” destacou.
Durante a entrega no Theatro, o prefeito Dixon Carvalho pediu seriedade e comprometimento aos alunos, além de destacar que uma das prioridades de seu governo é investir em educação. “Estamos trabalhando com empenho os investimentos na Educação, além das bolsas para nossos estudantes, somos a cidade que melhor paga seus professores no Brasil, e vamos começar nos próximos dias a reforma de 39 escolas”, afirmou.
O projeto
O Projeto Bolsa Educação compreende a concessão de benefício financeiro para estudantes de cursos técnicos e de graduação, em instituições de ensino médio e superior. Das bolsas concedidas de acordo com as normativas, 490 são integrais, 130 bolsas com cota de 65% e 80 bolsas com cota de 35% para cursos nível superior. No entanto, alguns alunos que pleitearam o benefício não conseguiram atender as exigências.

Artigo anteriorPaulínia registra queda de roubos e furtos no 1º semestre
Próximo artigoPesquisa aponta que Pronto Atendimento Municipal de Cosmópolis tem alto grau de satisfação