Início Paulínia Morte de papagaio no Zoo de Paulínia vira destaque na região

Morte de papagaio no Zoo de Paulínia vira destaque na região


 


Visitante presenciou o papagaio se afogando: “mesmo sabendo do incidente, ninguém foi socorrê-lo”

Mais uma vez o Parque Ecológico de Paulínia virou notícia em diversos meios de comunicação da região. Na tv, em jornais de grande circulação e na internet o destaque da vez foi a morte de um papagaio-verdadeiro, que segundo informações de uma visitante do parque que presenciou a cena, “só morreu por negligência e má vontade dos funcionários do local”. A notícia repercutiu no site Notícia Animal. Confira trechos da matéria divulgada na internet:

No sábado, (16), a equipe do Notícia Animal esteve no Zoológico Municipal de Paulínia para apurar a denúncia de uma leitora. Segundo a informação, um papagaio caiu no bebedouro de água do seu recinto e morreu afogado, sem que a equipe de funcionários prestasse socorros ao animal. O caso foi fruto de um acidente isolado ou de negligência do parque? A resposta sobre essa fatalidade pode, talvez, nunca ser esclarecida, mas nossa equipe de reportagem mostra os dois lados do incidente.
A denúncia : “Na gaiola das aves um papagaio caiu no bebedouro de água. Não sei o que pode ter feito o pobre bichinho cair lá, mas enquanto ele se debatia e lutava pela vida, corremos para chamar um dos responsáveis que estava por lá. O que ouvimos foi um “logo já vou lá”. Houve tempo suficiente para assistirmos o pobre bichinho morrer, sem que ninguém do zoológico aparecesse”, conta a autora da denúncia que preferiu não se identificar.
A assessoria de imprensa da prefeitura municipal, que responde pelo parque, informou que o caso foi um acidente e que os funcionários atenderam prontamente o pedido de resgate, mas não conseguiram salvar a ave. “A Prefeitura informa que o recinto dos papagaios segue todas as normas exigidas pelo IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), com espaços para bebedouros e banho dos animais. O papagaio que morreu, caiu na área de banho e assim que foi solicitado o atendimento, a equipe do Parque foi até o local, mas não conseguiu salvá-lo”.

Remanescente
Mas não foi uma denúncia isolada – O caso do papagaio-verdadeiro amplia a preocupação pública e social do parque ecológico municipal, que vem sendo alvo de constantes denúncias. No dia (15), a afiliada da Rede Globo, EPTV e jornais da cidade, noticiaram a fuga de uma cobra jiboia, que saiu por um orifício que havia em seu cercado e pregou um susto nas pessoas que estavam na parada de ônibus da Avenida Presidente Getúlio Vargas, ao lado do zoo. A prefeitura, na ocasião, reconheceu a existência do buraco no recinto da cobra, mas disse que considerava improvável a passagem do réptil pelo local.
Outra denúncia envolvendo o zoo que ganhou a atenção da mídia foi referente ao estado de saúde da leoa, que estava magra e apática, gerando preocupação entre os visitantes. A equipe de reportagem do Notícia Animal, no entanto, constatou que o animal já tem 19 anos – uma idade avançada – e sofre de um problema crônico renal.

Melhorias rápidas
O site ainda cita algumas melhorias que poderiam ser facilmente realizadas: Entre os aspectos negativos, que podem facilmente ser aprimorados no parque, estão as placas de sinalização, com fotografias e informações dos animais presentes no zoológico. As placas, além de cumprirem a função educativa, que mostra-se extremamente deficiente atualmente, podem conter informações importantes, a exemplo do estado de saúde da leoa. Uma ação informativa como essa, além de ser de baixo custo, protegeria a imagem do parque, mostrando que os animais doentes são devidamente mantidos e tratados, pois os visitantes não têm como saber disso se não forem notificados.
Outra sugestão de aprimoramento que se faz necessária e urgente é a manutenção e ampliação do recinto do babuíno, que chama a atenção pela precariedade em que se encontra. Ao contrário das demais áreas do parque, este primata vive em um local com chão de concreto e falta de opções para se distrair e entreter. (Notícia Animal)