Início Destaques Pais de alunos acusam Prefeitura de trocar 7 de Setembro por Rodeio

Pais de alunos acusam Prefeitura de trocar 7 de Setembro por Rodeio

A estrutura do Rodeio, que acontece em setembro, está sendo montada no Sambódromo e pais afirmam que este é o motivo pelas mudanças na comemoração de 7 de setembro

A Prefeitura Municipal de Paulínia cancelou o Desfile Cívico de 7 de setembro que por anos é comemorado no Sambódromo do Parque Brasil 500. Indignados com a medida, um grupo de pais e responsáveis dos alunos das escolas municipais procurou a equipe do Jornal Tribuna para registrar a reclamação, já que não conseguiram falar com a secretária de Educação, Estela Sigrist Betini.

Segundo os pais, as escolas não sabem explicar o motivo do cancelamento, mas afirmam que haverá comemoração da data. “Ficamos sabendo pelos nossos filhos que haverá apresentações e hasteamento da bandeira na Prefeitura. Cada dia vão três ou quatro escolas, cantam o hino e vão embora. Mas tudo na Prefeitura e só com algumas crianças selecionadas, nada de festa no Sambódromo, até porque eles já estão montando a estrutura do Rodeio lá. Não daria mesmo para acontecer o desfile”, afirmou o açougueiro Cícero Jair Mariano.

De acordo o motorista Cláudio Vieira Silva, a Prefeitura não informou oficialmente os pais sobre as mudanças. “Eu também fiquei sabendo pelo meu filho, que sempre desfilou e adora a data. Ele foi um dos primeiros a colocar o nome na lista para participar, mas depois a professora disse que ninguém iria. Até aí, a gente engole, mas dois dias depois ele chega em casa chateado, porque soube que só algumas crianças iriam no evento da Prefeitura. Uma tremenda falta de consideração”, relata.

A manicure, Katia Bueno, conta que sua filha, Ana Beatriz, estudante da escola Flora Ap. Toledo Lima, ficou decepcionada. Ela, que está no 5º ano, disse à mãe que até as roupas que usaria no desfile foram feitas. “A professora mostrou a roupa e elas ficaram felizes, se sentindo importantes porque elas não iam com o uniforme escolar que usam todos os dias. Ela mandou um bilhete no caderno pedindo o tamanho de calça e blusa que o aluno usa. Isso deixou a minha filha empolgada, mas quando disseram que teria um sorteio e só algumas crianças participariam, a decepção foi geral, inclusive para nós, os pais”, ressaltou.

A sobrinha da empregada doméstica Maria de Fátima Camargo também não participará do evento. “A melhor amiguinha dela vai e ela não. Como você explica isso pra uma criança? E outra, mesmo que ela participasse, que atrativo uma criança vê em marchar na frente da Prefeitura e ver o hasteamento da bandeira? Elas gostam é da festa, do desfile dos policiais, bombeiros, de ver os carros e tanques de guerra do Exercito, isso sim representa a data. Será que o prefeito desmarcou o 7 de setembro porque o Sambódromo estará ocupado com o Rodeio, que ele tanto adora?”, finalizou.

A equipe de reportagem do Jornal Tribuna entrou em contato com a Prefeitura de Paulínia e pediu respostas para os questionamentos apresentados pelos pais. Em nota, o órgão afirmou que o evento não será realizado no Parque Brasil 500 pelo interesse da Administração em ‘retornar às tradições’ da cidade. Confira a nota na íntegra:

NOTA DA PREFEITURA

Em Paulínia, por anos, a comemoração Cívica de 7 de Setembro acontecia no Paço Municipal e Escolas, que depois passou a se fazer um grande desfile.
Este ano quisermos retornar a tradição e as crianças serão recebidas no Paço Municipal pelo prefeito, José Pavan Junior, juntamente com a Fanfarra Municipal das Escolas “Vereador Ângelo Corraza Filho” e “Maestro Marcelino Pietrobon”.
Durante uma semana várias comemorações acontecerão em diversos locais da cidade. Os pais estão convidados a assistirem o Ato Cívico no Paço Municipal e no dia 7 de Setembro todas as Escolas realizarão uma comemoração cívica nas unidades escolares, ampliando assim a participação dos alunos, pois no desfile somente os maiores participariam.
Os folders, com o tema “Meu Brasil Brasileiro”, com informações sobre as cinco regiões brasileiras – elaborados pelos professores de Geografia -, serão distribuídos nas Escolas de Ensino Fundamental. Na cerimônia será cantado o Hino Nacional e lido pelos alunos o texto de cada região, ou outra apresentação alusiva à região.