Início Paulínia Pais denunciam superlotação de ônibus escolares de Paulínia

Pais denunciam superlotação de ônibus escolares de Paulínia

No caso do ônibus da foto, há capacidade para 48 passageiros, mas frequentemente o veículo circula com a média de 60 pessoas

Transporte municipal tem capacidade máxima de 48 passageiros sentados, mas circulam com capacidade acima do permitido. Crianças viajam em pé e agrupadas nos bancos

Nesta semana, uma denúncia feita na internet preocupou pais de alunos que utilizam o transporte escolar municipal de Paulínia. A internauta Betty Soares publicou diversas fotos na rede social Facebook onde comprovam-se as denúncias de superlotação dos ônibus que atendem a rede municipal de ensino.
“Eu, como vários pais, ficamos preocupados com nossos filhos e com medo de que aconteça algo. Já ligamos na Secretaria dos Transportes. Eles dizem que já estão resolvendo, mas até agora nada”, disse na publicação. “Minha filha vai e volta numa lotação assim todos os dias”, comentou Elza Silva.
De acordo com a publicação, as crianças vão soltas no ônibus. Algumas são agrupadas nos bancos e não usam cinto de segurança. Quem vai em pé precisa se equilibrar. Falta espaço até para se segurar.
No caso do ônibus da foto, há capacidade para 48 passageiros, mas frequentemente o veículo circula com a média de 60 pessoas.
“Não é de hoje que reclamamos na Secretaria, mas eles praticamente ignoram. A empresa responsável disse que reconhece que está superlotado, mas não pode fazer nada porque não tem autorização da Prefeitura para colocar mais ônibus na linha e também não podem controlar a entrada de estudantes no ônibus”, disse o pai Alberto Santos Amorim, que completou: “e assim ficamos nesse dilema, nesse ‘empurra-empurra’ de responsabilidade. Vamos ver se escancarando o problema e com a ajuda do jornal alguém toma uma atitude decente”.