Início Destaques Paulínia em alerta contra a Dengue

Paulínia em alerta contra a Dengue

Agente de saúde retira objetos que podem acumular água

Para intensificar o combate ao mosquito da dengue em Paulínia, vários mutirões estão sendo feitos em todos os bairros da cidade. A orientação é para que o morador retire todos os possíveis criadouros de sua casa e os coloque  na calçada para ser recolhido.  Também nos dias 26 e 27 de novembro, nos bairros prioritários, será realizada opera­ção casa a casa.

“É importante que o morador receba o agente de controle, que estará identificado com crachá da prefeitura. Um dos maiores pro­blemas nas áreas mais afetadas é o grande número de casas fecha­das e recusas à visita do agente”, explica a diretora do Departa­mento de Vigilância em Saúde, Eunice Retroz Bernardes.

Independentemente da visi­ta do agente, a responsabilidade pela residência é do morador, que deve estar sempre identificando possíveis criadouros ou qualquer utensílio que acumule água. O morador deve verificar e solu­cionar caixas d´água sem tampa ou mal vedadas, ralos com água parada, calhas entupidas, pisci­nas sem o tratamento adequado, bromélias e vasos de plantas que acumulam água.

No ano passado em Paulínia foram confirmados 126 casos da doença, sendo 84 autóc­tones (doença contraída no pró­prio município) e os demais “im­portados” (doença contraída em outros municípios). Os bairros mais atingidos, considerando-se o total de casos, foram Vila Bressani e São José. Em 2011, foram confirmados 129 casos, sendo 85 autóctones, inclusive com casos no inverno. Os bairros mais atin­gidos foram Edith Fávero, Vila Nunes, Jardim Ypê e Jardim Pla­nalto.