Início Paulínia Paulínia recebe apresentação que une teatro e Orquestra Sinfônica de Campinas

Paulínia recebe apresentação que une teatro e Orquestra Sinfônica de Campinas

Participam do espetáculo 15 atores que se inscreveram em um processo de seleção em Campinas, mais duas solistas e 60 músicos da Orquestra Sinfônica
Participam do espetáculo 15 atores que se inscreveram em um processo de seleção em Campinas, mais duas solistas e 60 músicos da Orquestra Sinfônica

O Theatro Municipal de Paulínia recebe nos dias 9 e 10 de setembro, às 20h, a encenação de “Sonho de Uma Noite de Verão”, a mais famosa peça de William Shakespeare, acompanhada da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, que executará, ao vivo e na íntegra, a obra de mesmo nome, do compositor Felix Mendelssohn. A Orquestra terá a regência do maestro Victor Hugo Toro e a peça será dirigida por Neyde Veneziano.

O formato desta apresentação é considerado inédito no país porque, diferentemente de um musical, a peça de teatro será encenada da maneira tradicional, com falas, e a Orquestra tocará “Sonho de Uma Noite de Verão” como música incidental, exatamente como foi composta por Mendelssohn. A famosa “Marcha Nupcial”, executada em tantos casamentos nos dias atuais, faz parte desta obra de Mendelssohn.
Participam do espetáculo “Sonho de Uma Noite de Verão”, 15 atores que se inscreveram em um processo de seleção em Campinas, mais duas solistas e 60 músicos da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas. O cenário e os figurinos serão caracterizados de modo atemporal. O cenário e o figurino dos personagens são marcados pela leveza, inspirados no balé. Campinas também terá duas apresentações, nos dias 5 e 6 de setembro, no Teatro Municipal José de Castro Mendes.

O espetáculo
“Sonho de Uma Noite de Verão” foi escrita por Shakespeare entre 1594 e 1596 e tem música incidental composta por Mendelssohn, especialmente para a peça, mais de 200 anos depois.
Na história, quatro jovens enamorados, numa noite de verão, estão em um bosque. Paixões, casamentos, ação, brigas e reconciliações na floresta dão a tônica do enredo. Lisandro que ama Hérmia, que também ama Lisandro e é amada por Demétrio, que é amado por Helena. Uma reviravolta e Demétrio passa a amar Helena, que também o ama, e é amada por Lisandro, que é amado por Hérmia. A trama ainda é temperada com duendes, fadas e outros seres mitológicos que habitam esse bosque, além do toque de personagens da realeza.
O curioso da obra de Mendelssohn é que ele a compôs em diferentes momentos. No início da carreira, escreveu a abertura para concerto op. 21, em 1826, e somente em 1842 compôs a música incidental com base na peça de “Sonho de Uma Noite de Verão”, à qual incorporou a abertura.

Serviço
Sonho de Uma Noite de Verão em Paulínia
Datas: 9 e 10 de setembro
Horário: 20h
Local: Theatro Municipal de Paulínia
Informações: (19) 3933-2140