Início Política Justiça afasta secretário de Administração de Paulínia

Justiça afasta secretário de Administração de Paulínia

Trata-se do segundo afastamento do advogado Fábio Martins, por decisão judicial

O advogado Fábio Martins, atual secretário de Administração do governo “Loira”, foi proibido pela justiça de continuar exercendo suas funções na Prefeitura de Paulínia, como também de exercer qualquer cargo político na administração.
A decisão, do juis Carlos Eduardo Mendes, foi motivada pela ação da promotora Verônica Silva de Oliveira, da Promotoria de Justiça de Paulínia, contra a segunda nomeação de Martins para exercer cargo político na prefeitura. É que Fábio Martins foi anteriormente nomeado como secretário de Negócios Jurídicos pelo prefeito interino, em janeiro de 2019, mas o cargo deveria ser ocupado por um procurador de carreira. Por conta disso, o Ministério Público ingressou com a ação, solicitando a exoneração do advogado. Martins deixou o cargo, em fevereiro, mas foi nomeado logo depois como secretário de Administração, em abril deste ano.
Na avaliação da promotora de Paulínia, a segunda nomeação de Martins representa um desrespeito à decisão da justiça, de afastá-lo. Segundo informações de bastidores, também existe a possibilidade dele ter continuado a exercer o controle da pasta de Negócios Jurídicos, mesmo estando em outra secretaria. O advogado contesta a decisão atual e disse que vai recorrer.
Fábio Martins fazia parte do quadro de advogados da ação que foi ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) e colocou Loira provisoriamente na cadeira de prefeito interino, no lugar de Du Cazellato (PSDB), após uma série de confusões e até o registro de ocorrência policial.